Adrielle Cardoso Serena

Time

Adrielle Cardoso Serena

(Publicado em 03/06/2011)








1. Adrielle, quanto tempo você está no Grupo Red?
2 anos e 4 meses

2. O que mudou em sua vida depois de fazer esse trabalho voluntário?
Tudo, e a maior mudança de todas foi no meu interior, conheci o amor, hoje eu sei o que é ter uma família. Encontrei o sentido de viver, através do amor de Deus trabalhando no Grupo Red, a cada apresentação, a cada dificuldade, a cada conquista. Larguei as drogas a 2 anos e 4 meses, me reconciliei com os meus pais, hoje tenho amor por eles, minha vida estava destruída completamente, mas tudo mudou, nunca iria imaginar que eu faria parte de um grupo que leva amor e alegria pras pessoas que era algo que eu não tinha.

3. Você fazia artesanatos e você tem usado isso na confecção de cenários?
Acredito que sim, se eu vejo que eu posso ajudar de alguma forma. Engraçado, antes eu fazia bichos de pelúcia pra vender mas eles ficavam muito feios, ai ano retrasado tínhamos uma apresentação no Hospital Infantil pra crianças com câncer, pude então fazer e ensinar as meninas do Red a fazerem bichos de pelúcia pra essa peça, é incrível quando fazemos com amor tudo fica mais bonito.

4. Como é o clima nos bastidores dos espetáculos?
A galera leva a sério, mas nos divertimos demais, a troca de cenário todo mundo fica nervoso na hora, depois quando acaba a gente se abraça e ri.

5. Você acredita que as pessoas podem ter uma mensagem educativa com o teatro?
Sim, a cada espetáculo vemos depoimentos de pessoas que se identificam com a peça, que expõem seus sentimentos e até problemas, seja com família, com bullyng e tantas outra coisas. É lindo ver as pessoas rindo, chorando e se abraçando, muito mais que uma mensagem educativa, acaba preenchendo muitos corações.

6. O que é o grupo red pra você?
Como eu li em um livro chamado ‘Canivete’ : O Grupo Red é um canivete nas mãos do carpinteiro,é uma ferramenta simples, mas nas mãos de Jesus (carpinteiro) pode transformar muitas vidas.

7. Deixe uma mensagem para todos nossos leitores?
Eu caminhei por caminhos muito errados, mas nunca é tarde pra recomeçar sua vida, pode ser agora mesmo.

Posted in Time. Bookmark the permalink.

Comments are closed.